terça-feira

Maratona de Roma - acho que o Perneta voltou pra casa


Com a Maratona de Roma praticamente à porta tenho a ligeira impressão que o Perneta voltou finalmente a casa.

Digo isto, porque a semana passada já se assemelhou mais a uma semana normal de corrida por estas bandas. Um pouco mais de 50km divididos por 4 corridas, uma das quais de 22km, durinha por ter sido de corrida constante com quase 400m D+ e com um calor "abrassador" de 24 graus e sol. Maravilha!!!

Maravilha também o facto de as dores nos isquiotibiais terem praticamente desaparecido - ainda tenho uma ligeira impressão na coxa esquerda, mas é bem capaz de ser pelo facto de andar mais atento a essas zonas.

De resto apenas as dificuldades normais de quem perdeu a forma em que estava - menos força nas subidas, menos poder de aceleração, menos resistência, dores musculares no dia seguinte mas das boas, e mais uns 3 ou 4 kilitos ;). Sem problema ... o que voltou foi a motivação e isso é que é importante, porque sei que assim não vou demorar muito a voltar a ter uma forma aceitável, basta não ter problemas físicos de maior.

Voltando à Maratona de Roma agora não há muito a fazer - faltam 2 semanas e meia e preparação não houve. Agora é chegar lá e fazer aquilo ainda mais em modo turista que já estava previsto - vai doer :)

Até lá ainda haverá uma loucura não prevista e fruto de mais uma distração à perneta ... estou inscrito nos 23km do UTM (Marão) - apenas ontem reparei que se vai realizar no sábado dia 25/3 (pensava que era domingo). Acontece que nesse mesmo sábado inscrevi-me para a corrida Ulfilanis Runvque se realiza em Fiães - 10km de estrada na minha terra, terra onde cresci - não podia faltar, até passa em frente à casa dos meus pais. Por isso, uma semana antes da Maratona de Roma faço um bi-diário... 23km com 750mD+ em trilhos de manhã e à noite uns 10km de estrada para começar logo uma recuperação activa. O giro é que não serei o único nesta "loucura", houve mais quem se "distraísse" ... vai ser bonito :)


Como podem ver ... parece que o Perneta está mesmo de volta a casa.

sexta-feira

Corridinha por Düsseldorf



Eu cá vou andando, uns dias melhor outros dias pior. No domingo passado fiz uma corrida espectacular, daquelas felizes … 15km a 4,31min/km com quase 300m D+ … embora esteja a anos luz da forma de há dois meses atrás, adorei, senti prazer nesta corrida e mais importante, os problemas musculares apenas se fizeram sentir um pouco no fim.
Passado dois dias, fui ao treino do Running Espinho, coloquei-me no grupo dos 10km a 5,30min/km e sofri um bocado para acabar porque os problemas musculares voltaram a aparecer, não em força, mas o suficiente para me obrigar a arrastar um pouco a passada e claro, deitar-me abaixo animicamente.
Na 4ª fui para a Alemanha e não tive oportunidade de correr, embora fosse com essa intenção. Mas fiz alongamentos.
Ontem ao fim da tarde, chegado ao Hotel na periferia norte de Düsseldorf perguntei à menina da recepção:
Perneta – “existe aqui perto algum parque, alguma floresta, alguma zona calma onde se possa dar uma corridinha” (isto em alemão claro J)
MR (Menina da recepção) – “mas está a chover???” (com cara de espanto, tipo, este gajo é doido)
Perneta – “não tem problema. Eu gosto”
MR – “não, aqui é só estradas com muito transito e zonas industriais”
Perneta (desesperado) – “e ginásio tem?”
MR (já farta de me aturar) – “Não!!!”
Perneta (quase a chorar) – “ok. Obrigado”
Cheguei ao quarto, olhei pela janela e estava um tempo horrível de chuva e vento. “Csafoda …vou na mesma, só meia horita” … e enquanto relaxei um bocadinho o tempo mudou … parou de chover e o céu ficou azul – já não havia desculpa.  E lá fui eu … com a intenção de fazer meia horita apenas.
O Hotel ficava em frente a um acesso a auto-estrada – a menina da recepção tinha razão, a zona não era bonita. Decidi ir direcção a uns bairros para dentro da cidade … corri por uns passeios, cheios de gente. Isto assim não tem piada. Vou andar aqui às voltas ao quarteirão.

Vejo uns carreirinhos em terra, ao longo dos carris do metro … olha uma ponte, será o rio? … não, são caminhos de ferro mas do outro lado vejo um bairro de luxo, metade ainda construção …





... ao lado do caminho de ferro uma espécie de single-track … que fixe … pena ter sido curto … por entre prédios de luxo tem uma zona de lazer, parques para crianças e gente a correr … vou atrás para ver para onde vão … distraio-me com as cores do céu que estão fantásticas … nuvens lindas que que “correm” rápido pois está muito vento … não tarda começa a chover … que se lixe …






... olha um pequeno lago, uma espécie de patos e um moinho … isto num parque antigo meio ao abandono … no meio uma ruína protegida com arame farpado … não encontro nada a dizer que ruina é esta … mas deve ser importante para ser mantida assim no meio da cidade…




... vou tão distraído que quando olho para o relógio já levo quase 7km e não faço a mínima ideia onde estou com tanta voltinha. Era capaz de me desenrascar, estou a sentir-me bem, sem dores mas é melhor não abusar … ligo a opção “voltar” do meu GPS e regresso pelo caminho mais curto … maravilha este tipo de corrida à descoberta. Quem disse que a zona era horrível?
Horrível é não poder correr, ou correr com dores … estou a viajar para Portugal (uma etapa do regresso já está … falta outra, mais longa) …



... se tudo se desenrolar dentro do normal logo volto a correr, espero que novamente sem dores de maior …
Bom fim de semana J

terça-feira

Trilhos dos Pernetas 2017 - o Prémio Finisher


Ontem foi mais uma noite daquelas. A Pernetada juntou-se no "Atelier Pernetoíde" para começar a fazer o Prémio Finisher para a malta que vai participar nos nossos trilhos do próximo dia 1 de Maio, que consiste num réplica da "nossa" Ponte dos Pernetas.

Uma adesão enorme que mostra o empenho de toda esta malta maravilhosa. Só fico sem saber se a malta se junta pelo nosso projecto, pelo convivio ou pelos comes e bebes - desculpem o termo, mas comer e beber ao caralho!!!



houve quem ficasse de castigo, num canto a escrevinhar a mesma frase umas centenas de vezes ... 


O chefe de produção a mandar ... foi de chicote ;) 

... enfim ... depois admiram-se porque ficam tortas 

... Prémio de Monanha ... lol 

Por falar em trabalho de equipa ...

uma boa banda precisa de um bom maestro :):):) 

Já se começa a ver obra ... as primeiras 60 estão feitas, e mais algumas ficaram a meio - além de ter acabado tarde, acabou a matéria prima e a cevada tb. Sem stress ... é repor os stocks de tudo que na próxima 2ª feira há mais.

Tudo manufactura!!! Nada de produções industriais em série ... quem acabar uma das nossas distâncias levará para casa um exemplar único da Ponte dos Pernetas.

Já fizeram like na nossa página? Não? Tivemos entradas em directo e tudo. Vá, não custa nada ...

E já se inscreveram? Podem fazê-lo aqui ... e conquistar uma destas maravilhas!!!

  

sábado

Fevereiro Fraquito



Tal como Janeiro o Fevereiro foi fraquito. 130km no total a dividir por 13 corridas, muitas delas abaixo dos 10km. Um mês marcado por tentar recuperar dos músculos, pela preparação do Trail do Marco dos 4 Concelhos e de muito trabalho, viagens, etc. Boas desculpas para não correr, não? Esperava ter feito mais.
O mais importante é a recuperação física – está a demorar mais do que estava à espera. Estou melhor, mas ainda não a 100%.
Daqui a menos de 1 mês tenho a Maratona de Roma. Como é que eu vou correr uma Maratona de estrada com a vergonha de treinos que tem sido este ano – em 2 meses ainda nem aos 300km cheguei. A última vez que fiz qualquer coisa mais longa foi na Meia de Viana em meados de Janeiro. Vamos ver se consigo fazer um treino de estrada de 20km por semana, nas próximas 3 semanas, a juntar ao longos de trilhos no Quintal dos Pernetas.
Roma é para curtir, mas é para acabar, se possível ser feita a correr sempre. Não há muito a fazer agora. Preocupa-me muito mais o Azores Trail Run, a prova do ano para mim com km vertical do Pico na 6ª e os 70km no sábado. Faltam 2 meses e meio.
Apenas sei que Março é decisivo para estes objectivos, tem que ser o mês em que volto a correr mais, mais longe, mais rápido, mais forte. Estou com saudades do Perneta do fim do ano passado – espero que volte para casa este mês J

segunda-feira

Trail Marco dos 4 Concelhos


Foi ontem que recebemos mais de duas centenas de atletas nos “nossos” trilhos – mais uma vez fomos nós que abrimos as hostilidades no Circuito de Trail de Santa Maria da Feira com a etapa de Canedo, o Trail do Marco dos 4 Concelhos.
Não foi fácil arranjar tempo para organizarmos este evento – estamos embrenhados na organização dos Trilhos dos Pernetas e acumular com este evento foi complicado.  Mas fez-se, e modéstia à parte fez-se bastante bem.


O feedback que estamos a receber é muito bom … quando vemos as pessoas muito satisfeitas com tudo esquece-se todo o cansaço dos últimos dias e sentimos que valeu a pena. Não foi perfeito, houve algumas falhas, mas nada de muito grave e facilmente corrigível ou de melhorar. Acabou por ser uma espécie de ensaio geral para dia 1 de Maio.










 





depois diz que levas no focinho ó Perneta ...



Pessoalmente confesso que estou estafado, desde 6ª feira que ando de roda no ar, acumulando as tarefas inerentes a este evento com todas as outras normais da minha vida. Algumas ficaram para trás neste fim-de-semana, mas sinto que valeu a pena. Gostava de ter corrido também, mas tal como os outros meus amigos Pernetas, a prioridade passou por controlar todos os pormenores do evento – todos tiveram uma missão, uns correram para estar por dentro dos grupos, outros estiveram nos abastecimentos, outros ainda a cobrir o evento a nível de fotografias e vídeo, etc, etc. E é isso que me deixa de coração cheio – desculpem-me as outras equipas ou grupos, mas não existe melhor que os meus Pernetas – não somos os melhores a correr ou a organizar, mas juntos conseguimos erguer um evento destes, ter toda esta “trabalheira” e responsabilidade sempre com alegria e boa disposição o que tornou tudo muito mais fácil. Divertimo-nos à brava!!! Obrigado Pessoal!!!
Aí estão os bailarinos de serviço ...
Comité de boas vindas - sempre no bailarico

Tudo pronto ...pausa para café antes de começar ... 

Um "cliente" habitual sempre o primeiro a chegar ... 

e mais bailarico ... 

não faças nada ... deixa-te estar ... 

tá bonito ... 

... a entrega dos donativos ...

... hmmm ... já se comia umas fatias ... pusemos meio mundo a fazer bolos para nós... obrigado  

... e não faltou a homenagem à "nossa Analice" com um minuto de palmas  

Aproveito para agradecer em nome dos Pernetas a presença de todos, assim como as vossas contribuições alimentares para a D.Mercado. Enchemos as prateleiras desta mercearia social.

Só gostava era de saber quem foi o cabrão (ou cabrões – desculpem o termo mas até me apetecia escrever pior) que retirou ca. 1km de fitas junto ao rio, o que fez com que 3 atletas dos 11km se enganassem e fizessem mais alguns km. Felizmente é um treino e não uma competição, felizmente descobrimos relativamente cedo e ainda conseguimos remarcar para evitar uma situação bem pior e felizmente apareceram dois anjos de moto 4 que nos deram uma bela ajuda para que rapidamente fosse possível emendar o problema. Não sei qual a piada de retirar fitas, tentando estragar uma manhã a uma malta que se levantou cedo para se divertir a correr por trilhos, montes, vales e serras sem incomodar ninguém. Um valente arraial de porrada é que era …


Mas pronto, acabou por correr bem e para dia 1 de Maio vamos melhorar alguns dos aspectos que pensamos podiam ter corrido melhor.
Dia 1 de Maio os percursos serão diferentes em parte para melhor aínda – naturalmente que “escondemos” alguns troços hoje. Os Trilhos dos Pernetas vão ser substancialmente melhores a todos os níveis. Só espero que o tempo esteja como hoje, que São Pedro seja nosso amigo que a gente merece.

Apareçam … inscrições aqui