quarta-feira

Orgulhosamente CAL - Pic-Nic anual


Qual é a melhor forma de recuperar da organização de um evento como o nosso 3º GP de Lamas?

Lógico ... é reunir a equipa, juntar-lhes os familiares a quem roubamos muito tempo neste nosso hobby e fazer um convívio.

No Clube Atletismo de Lamas preferirmos os Pic-Nics aos restaurantes ... embora dê um bocadinho mais de trabalho tudo o resto são vantagens. Desde o ficar mais em conta, o ambiente ser (ainda) mais descontraído, podermos dar ainda mais liberdade à nossa "parvoíce natural e genuína" (sem incomodar ninguém), a duração do mesmo entre muitas outras.

E no domingo fizemos mais um ... voltamos ao Parque de Lazer da Várzea em Pigeiros (tínhamos estado por aqui há 3 anos) e conseguimos juntar um grupo grandinho ... como sempre não se consegue uma data que permita que venham mesmo todos ... por isso, foi marcar e quem pode pode, quem não pode fica para uma próxima.



E foi mais um dia bem passado entre Comes&Bebes com fartura e o convívio de uma família que se encontrou num pequeno clube de atletismo em Lamas que se formou em 2012 (já vamos para 5 anos - o tempo voa).

 

Ninguém fala car@&%& ... 

... um jogo de cartas para quem vê muito mal ... isto é para mim :) 

 ... está a precisar de dar umas corriditas Xô Presidente da Junta de Lamas ;) 


Alguns da ala "Perneta" numa foto deveras artística ou não ... 


nham ... não estava mau ;) 

ó Barbara ... dia 3 de Novembro lá estarei com o Bruno ... ó pro Flávio todo contente a imaginar a coisa ....  

a zona mais importante e concorrida do areal ... 

aqui ainda em fase de aquecimento ... não estivemos mal, mas se o Fontes tivesse estado presente tínhamos tido quase o dobro da produtividade ... 

Baby-Sitting .... só não sei quem aturava quem... 

Primeira-dama e vice a vergar a mola ... aqui é assim  

oi??? Pfiu pfiu ..... agora vão mas é buscar uma fresquinha ... oupas ..

mais um calense a caminho ... e se fosse um pretinho? Isso é que era :):):) 

discussão acalorada ... :) 

depois diz estar gordo e pesado ... 


A bola passava a vida no rio ... se o jeito para correr é pouco, para o vólei é nenhum .. 

Cá linda .... 

Ó Bruno ... queres falar sobre isto??? 

zero em sete ... Américo em grande ... sabem quem detém o recorde? Pois, quem mais ... aqui o Perneta fez cinco em sete logo à primeira tentativa ... pumbaaassss Nelinho, tauuuu Chonéee,... eu sei, eu sei ... sou um Querido!!!


Proibido jogar o quê??? Pois ....

uma pequena amostra da confusão ...


Gosto de comer e beber (isto não é novidade nenhuma), gosto de ser um dos muitos "parvos" e azucrinar a cabeça a quem se cruza comigo, gosto mesmo muito desta malta do CAL (afinal quem faz o clube são as pessoas) e desta vez gostei particularmente de ver os nossos filhotes 100% envolvidos na festa ... a continuar assim o futuro do CAL está mais do que assegurado, e não me refiro apenas ao clube existir ou não durante muitos anos, refiro-me ao continuar a existir mas com uma forma de estar, que não sendo única ,é mesmo muito especial.

video

Aqui o vídeo completo ... poucos escaparam ...

Há uma frase do nosso Luís Lobo que retenho e explica isto que vivemos no CAL ... "quando corre um corremos todos"  ... pode ser um cliché, mas a verdade é que é isto que sentimos e vivemos.

Não me canso de dizer que sou orgulhosamente CAL!!!

terça-feira

3º GP de Lamas - dois em um


Esta „posta“ tem uma visão do Perneta organizador e outra do Perneta corredor. No fundo é um dois em um, por isso é longo … É verdade, depois de dois anos apenas envolvido na organização o ditado que diz que à 3ª é de vez aplicou-se aqui ao vosso amigo. Fui correr a nossa prova!!!
Organizar a coisa em si começou na 6ª à noite em casa dos meus pais, com a preparação dos sacos e a colagem das últimas fitas nas medalhas – no dia antes já tinha havido um adianto neste serviço por parte do Xô Presidente e família J … queríamos arrumar o que fosse possível antes do grande dia  …. isto no CAL é assim, e quando envolve minis é fácil reunir uma tropa jeitosa J






O dia da prova começou cedo para nós … havia muito trabalho a fazer – barreiras, sinalizações, secretariado, últimas inscrições, zona de chegada, pórticos, pódios, som … muitas tarefas, grandes e pequenas. Adianto já, que este ano foi o ano menos caótico de todos. É lógico que com o passar dos anos a experiência é maior mas muito contribuiu a distribuição de tarefas e equipas ao pormenor feita por um dos nossos – o Nuno Silva merece este destaque pois em conjunto com o Xô Presidente Dias colocou as tropas todas a funcionar como um relógio suíço (ok, não exageremos, mas não andou muito longe). Pelo meio houve sempre boa disposição … é a nossa imagem de marca e quem disse que não se podem fazer coisas sérias brincando um pouco?
A Camisola da prova ... bem catita e de boa qualidade ... 

ainda houve algumas ... 

e temos atleta nova do CAL ... angariada directamente na "fonte" ... bemvinda Sandra ... nem sabes onde te meteste :) 

engraçado ... tal como no ano passado não houve reclamações .. foi pena pq gostava de experimentar a coisa ... 

a nossa grávida .... 

houve sorteio de prémios no final por todos os participantes na corrida ... o prémio mais valioso é sempre um fato completo oferecido pela Casa Barra (vale umas centenas de euros) ... mas os frangos assados, os vouchers para jantar ou para massagens desportivas não ficam atrás :) 

Almoço e pouco depois estávamos de regresso a Lamas para os últimos pormenores antes de começar a receber a malta.



houve um casamento ... ainda fomos desejar felicidades aos noivos ... ao Patrick ainda chegamos perto :) 

à Joana nem por isso ... tb não me admira, se ela visse dois gajos jeitosos como estes já não queria casar :) ... 

Isto de organizar cenas dá muita sede ... e depois quer andar ir ao pódio ... 

txiiii ... o Papá Cardoso no meio das feras ... tá bonito ..
 

Perneta com as meninas dos olhos dele ...ai ai .. preciso reforçar o arsenal lá em casa ... :( 

Bé, Perneta, Francisca (afilhada) e Maria... 

Este ano tivemos um decréscimo de finalizadores – 171 contra os 209 do ano passado e os 180 da prova de estreia em 2015. Estavam 226 inscritos e pagos, não compareceram quase 6 dezenas de atletas. Mesmo na caminhada pareceu-me menos gente do que o habitual - é pena porque o valor das inscrições reverteram na totalidade para a Cerci de Lamas como sempre.

Partida da caminhada

Zacarias & Maria Cardoso ... um orgulho tê-los ali a participar

Confesso (e é apenas uma opinião pessoal) que contava com uma participação bem maior – alteramos a data de início de Setembro para Julho para termos mais gente, mas não surtiu efeito. Não é o nr de participantes a nossa prioridade mas era giro ter mais gente na nossa prova. Sabemos que uma prova pequena de uma terrinha fora dos grandes centros, e ainda a dar os primeiros passos, não consegue atrair umas centenas largas de atletas, mas desta vez ficou aquém das minhas expectativas pessoais.
No entanto, e em minha opinião, foi o GP que correu melhor das 3 edições – já a edição do ano passado tinha corrido bastante bem, mas este ano ainda conseguimos limar aquelas pequenas arestas que ficaram por limar em edições anteriores. Estamos a ficar prós nestas andanças J
Aqui está ele ... apresento-vos o estratega da coisa ... o Nuno Silva

Quanto à prova, eu ia tentar dar o máximo possível e isso na melhor das hipóteses seria algo dentro do minuto 40. O percurso de duas voltas é durinho (tem 125m D+), nada favorável a recordes pessoais ou grandes marcas … ainda por cima fora de forma. Não ia ser fácil mas ia tentar. O pelotão tinha montes de caras conhecidas, como é normal apareceram muitos clubes de terras vizinhas, muitos amigos que fizeram questão de mostrar presença na nossa prova. E o nível médio não era mau de todo olhando ao facto de não haver mais uma vez prémios monetários para distribuir.
Ainda houve uma falsa partida ... bem tentei sair uns 5 minutos mais cedo, mesmo assim não chegava, precisava de 10 no mínimo :):):)

Quando se deu o tiro de partida entrei logo a matar por uns bons 150m J … foi quando vi a minha mai nova com a minha mãe, e nem hesitei em dar meia volta e dar um high-five na Bé J … depois voltei a entrar no red-line e fui assim até aos 3km com a média abaixo dos 4min/km (acho que cheguei aos 3,55min/km) … o problema é que depois vem uma longa subida (a 2ª) com mais de 1km e a coisa emperrou … nas pernas e na caixa … o tempo estava encoberto mas bastante húmido, nada fácil. Problema maior era uma dor no Aquiles esquerdo que me vinha a incomodar desde os primeiros metros e não havia maneira de passar.
Aí vão os cavalos ...

Ali vai um cavalo perneta... 

É giro correr em “casa” pois o apoio é muito … também é engraçado passar pelos amigos do CAL que não correram e que estavam de serviço nos muitos cortes de estrada … podem imaginar as “bocas” mas também os incentivos J

aí vai ele de Gopro em punho ... a bateria não aguentou um ritmo tão lento :) 

A primeira volta estava feita e eu já super cansado, com a média nos 4,05min/km … sabendo o que me esperava era praticamente impossível cumprir a prova no minuto 40.
Entrei novamente na Avenida do Estádio, primeiro a descer, depois plano … acelerei mas rapidamente a coisa passou para muito lento com a primeira subida, mais curta mas bastante inclinada … ao cimo dessa subida o Badolas a rir-se de mim e do meu ar esbaforido … amigo da onça J … depois desce e entramos na via rápida que é mais ou menos plana até à rotunda do Mini Preço ao lado da Piscina do Colégio … tentei controlar o andamento sem perder muito mais tempo … média ia nos 4,07min/km …  a dor no Aquiles a massacrar cada vez mais e eu a tentar ignorar … chateou, mas não foi por isso que fui mais lento ou mais rápido.
Voltamos à subida longa de mais de 1km, não muito inclinada mas parece que nunca mais acaba. Vou com o Jorge dos Falta D’Ar de Ovar desde o inicio da 2ª volta, que conheço dos treinos do Running Espinho … ora passo eu (nas subidas) ora passa ele nas descidas ou plano … na subida vou mesmo lento e quase a desfalecer, vejo o meu primo e o Piro no controle de uma das rotundas … “tás todo fo$$#%” … obrigadinho, isso sei eu … entrego a Gopro ao meu primo (lembrei-me de filmar toda a prova, a primeira vez uma prova de estrada … mas a bateria não aguentou) … alcanço o Jorge e vamos lado a lado a sofrer … ele vai tão lixado como eu …
Na última curva onde apanho o Américo a controlar o transito e levo com um “isto não é uma caminhada ó Perneta” olho pro relógio … faltam 1,5km … está na hora de acelerar … e vruuuuuummmm …. durou uns 40 ou 50m J … estão a ver um motor a partir, perder potência e ficar ao ralenti parado? Mais ou menos isso sem a parte de ficar parado … não há milagres, não se treina não há aceleração possível por muito que a cabeça queira … fui a morrer até às bombas de gasolina, passando pelo Fontes e o seu “anda Perneta, vais bem” – brincalhão este Fontes -  onde acabava a subida para entrar no último km sempre a descer para a meta …
Fiz das tripas coração para imprimir um ritmo mais forte, aproveitando a descida e voltar a conseguir andar bem abaixo dos 4min/km … olhando para o relógio era impossível chegar no minuto 40 mas iria ficar perto … recta da meta com muita gente e um Bruno a speaker a dizer algo tipo “ e agora o momento mais aguardado da tarde … está a chegar o nosso velhinho” (não foi bem isto mas quase) … e eu a mandar um sprint para cortar a meta em 41,07 e mesmo assim um honroso 45º lugar na geral (em 171) e 9º nos M40 (em 31) …

hmmm ... aviãozinho e o car"%$$%

Quer-me parecer que este não se esforçou o suficiente ... 

O meu pai, a minha mãe, as duas filhotas e a minha afilhada estavam na meta à minha espera (tb participaram na festa que foi a caminhada) … a Maria “ó paiiiiiii …. em que lugar ficaste???” …. “nem sei, mas quase que ganhava” …. (o vencedor foi o Tozé Castro do Fiães em 33,43min e a vencedora a olímpica Clarisse Cruz em 39,22min) J Tb encontrei o Minguitos, que foi meu treinador de futebol nas camadas jovens do Fiães … ao fim de mais de 20 anos viu-me quase a morrer à procura de ar para inspirar depois de cortar a linha de chegada. Gostei muito de o rever – tá igual, um bocadito mais barrigudo como eu J.


Não sei pq se estão todos as rir ... até o Minguinhos e o meu velhote :)

"O que achas-te desta prova?" ... "acho bem ...." e foi isto ... ;)

Descansar um bocadinho e toca a ir mostrar o meu Aquiles à Enfermeira que estava de plantão nas massagens e a promover o espaço dela. Diz ela “uiii… há quanto tempo isto está assim?” … “não sei, só senti hoje a correr” … “tem que tratar disto, parar dois dias a gelo e depois tratamento … é perigoso, pode rasgar…” …. Pronto … a minha sina este ano afinal continua …


... e é isto .. um gajo quer um bocadinho de privacidade, carpir as mágoas, um momento de introspecção e é isto ... vem logo tudo a correr ver o espectáculo, entrevistas, fotos, selfies e gozar com o velhinho ... não se faz ...
A minha prova deixou-me satisfeito, embora saiba que posso fazer bem melhor … mas é como digo, não há milagres. Fiquei um bocado em baixo com esta história do Aquiles que me deixou a mancar o resto do dia e no domingo tb.
Voltando ao GP em si, de uma forma geral correu bastante bem. O feedback tem sido positivo, não houve grandes falhas de que nos tenhamos apercebido. Agora é fazer balanço final daqui a uns dias e tentar ainda melhorar para o ano.


 Pódio masculino com o grande vencedor Tozé Castro no lugar mais alto

A atleta olímpica Clarisse Cruz no lugar mais alto do pódio feminino 

Os sorteios são sempre divertidos ... 

A entrega do prémio "principal" ... um fato completo, com camisa e gravata incluídos ..

Um agradecimento grande a quem nos apoiou, a todos que vieram participar e ajudar (e foram muitos). O Cal está cada vez melhor a crescer em gente boa (fvr olhar para a foto no inicio desta posta ... e faltavam alguns) … é uma alegria ver tanta gente a arregaçar as mangas para colocar os nossos eventos de pé e mais ainda um prazer ver a alegria com que é feito. É um orgulho fazer parte desta família.


eu aqui com o grande obreiro do CAL, o nosso incansável e inspirador presidente Xô Dias ... e não, não estou a dar graxa :) :) :)
E no dia seguinte houve Pic-Nic do CAL (mas isso fica para uma próxima posta de pescada que isto já vai longo) …