quarta-feira

Azores Trail Run - vamos a isso


Chegou finalmente a hora de partir para os Açores - amanhã por esta hora já devo ter uns copitos no bucho por terras do Faial.

É a prova do ano para mim - como já contei por aqui, estou desde a primeira edição para participar - no ano passado estive o mais próximo disso, inscrito com tudo pago tive que abortar a minha participação por motivos de trabalho. Mas chegou finalmente  a minha hora de participar também.

Preparação não houve - nem vale a pena referir o que não foi feito, muito menos pensar muito nisso. A única coisa sensata que podia fazer era alterar a minha inscrição dos 70 para os 48km, o que foi feito há pouco mais de um mês. Por isso, na ementa está o Km Vertical na 6ª feira no Pico e os 48km para atravessar a Ilha do Faial no dia seguinte. Objectivo é curtir, usufruir ao máximo das paisagens e chegar ao fim. Vai ser um espectáculo.

só espero que o tempo esteja "aberto" para poder usufruir das paisagens

Espéctaculo também vai ser o convívio durante os 5 dias em que vou estar por lá - 7 do CAL mais uma catrefada de outros amigos de outros clubes é garantia de uns dias bem passados e muitas histórias para contar.

Vamos a isso!!!


segunda-feira

3º GP Santa Maria de Lamas - " a única prova em que não queres ir ao pódio"


Depois de concluídos os Trilhos dos Pernetas com sucesso, não há muito tempo para descansar visto que o 3º Grande Prémio de Santa Maria de Lamas está aí ao virar da esquina.

Este ano irá realizar-se a 8 Julho, sempre um sábado ao fim da tarde mantendo-se igualmente os percursos do ano passado. Teremos uma prova competitiva de 10km e uma caminhada de 4km. Os preços mantêm-se iguais no mínimo possível (10km a € 5,- e caminhada a € 3,-).

O nosso objectivo é manter pelo menos a bitola do ano passado que correu muito bem, tentando mesmo assim melhorar ainda alguns aspectos. Queremos voltar a proporcionar um fim de tarde de boa disposição e convívio salutar à volta da corrida e da caminhada.

Estes dias houve uma nossa amiga corredora que nos disse "deve ser a única prova que conheço em que não queremos ir ao pódio" ... a culpa é do Frango Assado que premeia o 4º e 5º classificado de cada escalão. A luta pelos "frangos" vai ser bonita de se ver :):):)

Posto isto, e se no dia 8 de Julho quiserem vir passar um bom bocado a Santa Maria de Lamas, apareçam ao nosso Grande Prémio ... mais uma organização do nosso Clube Atletismo de Lamas, feita de atletas para atletas.

Regulamento e Inscrições aqui .



E o João Sousa que ia sendo linchado ontem em Cortegaça???


Tenho que vir aqui contar um episódio engraçado que se passou ontem durante a minha prova em Cortegaça.

Foi por volta do km 7, ia eu na conversa com o Tiago Poças e na companhia de mais umas dezenas de companheiros de luta, quando no passeio ao lado da estrada florestal vem o João Sousa* de bicicleta em sentido contrário.

"Ó PERNETA ... ISTO É PRA CORRER, NÃO É NENHUMA CAMINHADA!!!"

E pronto ... o resto conseguem imaginar. Desde um fofinho "Cabrão" até ao mais áspero "Anda pra aqui tu fazer melhor ó Filho da Piiiiiiiiiiii" houve de tudo ... foi um tal desenrolar de impropérios e insultos ao moço e à mãe dele (que não tem culpa de ter um filho assim meio parvo) que eu só me ria ... só quando consegui parar de rir é que lá tentei acalmar as hostes, explicando a um ou outro que o João é meu amigo, que a boca tinha sido para mim e que ele estava a brincar. A sorte dele é que ia em sentido contrário e a andar bem, caso contrário acho que não tinha sobrado nenhum bocadinho de João para contar a história - e eu até era capaz de dar uns sopapos para ajudar :) :) :)

* o João Sousa pratica ciclismo que é a paixão dele. No entanto faz parte do Clube Atletismo de Lamas e junta-se à malta durante o inverno para manter a forma (diz ele) e para ir à DªAlice às sandes e beber uns copos (achamos nós). E só para quem lhe disse para ele ir ali fazer melhor, o moço já tem abaixo dos 40min aos 10km e menos de 1h30 à meia Maratona o que não é nada mau para quem não corre .... ahhh ... e já fez uma ultra de 6km na Geira Romana do ano passado (agora ri-te dos meus 11km na Maratona de Roma ó morcão). E sim, os "calções" de compressão da foto de capa são dele - assim até eu :)

adivinhem qual dos dois é o "engraçadinho"...

não tem nada a ver com este episódio, mas é assim que se comemora a passagem dos 11km ... o que irá na cabeça daquelas senhoras???

domingo

Meia Maratona de Cortegaça - tou mesmo de volta


Voltei a acabar uma prova J - acabei uma prova bastante à vontade e o mais importante sem qualquer problema físico a não ser aquele sentimento de pernas pesadas o que é uma maravilha.
Portantos, objectivos mais do que atingidos.
A minha prova teve duas partes distintas. A primeira parte até aos 11km (tinha que ser J, ouvi tantas piadas sobre a minha Maratona de Roma com essa distância … montes de amigos e muitos que não reconheci – estejam à vontade, eu gosto) foi um pouco a medo, tentando não entrar em euforias, controlar o andamento para ver como os músculos reagiam. Parti no fundo do pelotão com o Piro, o Badolas e o Tiago Poças (que regressou ao fim de uns anos às provas) … aos 5km o Piro e o Badolas ficaram para trás e segui em amena cavaqueira com o Tiago até um pouco antes da viragem quando o Tiago decide abrandar um pouco e eu passei a seguir sozinho. Fiz o retorno e quando vi a placa dos 11km abri a passada. A média estava um pouco abaixo dos 5min/km.
Os 10km finais foram feitos a ritmo bem mais alto, dei por mim várias vezes a correr a 4,10min/km e travava a mota … o objectivo era chegar bem ao fim, não podia entusiasmar-me demasiado – acho que ando a ficar ajuizado, talvez demais J. Pelos 17km encontrei o Alberto Neves, um “velhote” da minha idade do Caldas que anda igualmente com problemas físicos. Fizemos os últimos 4km juntos e confesso que os últimos 2 já foram feitos com as pernas bem pesadas o que é perfeitamente normal para quem não anda a treinar. Na recta da meta ainda apanhamos o César Sousa e cortamos a meta os 3 juntos. 1h39m32s foi a marca conseguida – não tem grande importância mas até que foi bem bom para as condições habituais.

Estou mesmo muito satisfeito pela forma como correu – acho que estou mesmo de volta e pronto para poder correr sem problemas físicos. Vou tentar manter a calminha nos treinos para não ter uma recaída. Além disso daqui a duas semanas temos Ultra nos Açores J
Quanto à prova … tudo impecável, como sempre. S.Pedro ajudou. Foi uma festa bonita.


sábado

Meia Maratona de Cortegaça - objectivo para amanhã


Alguém esta semana me disse ... "concentra-te em chegar ao fim, já não acabas uma prova à muito tempo". A verdade é essa ... não acabo uma prova desde o dia 19 de Fevereiro, dia em que acabei o GP de Cesar que nem 10km tinha e que foi feito a "brincar" porque não havia condições físicas para melhor.  

Entretanto muitos problemas musculares, pouco treino e duas desistências em provas, a primeira em fim de Março no GP de Fiães aos 6km e uma semana depois aos já mais que famosos 11km da Maratona de Roma.

Os problemas físicos que me afectaram durante estes meses parecem ter ido à vidinha deles (estou a bater na madeira) mas a forma física não dá para grandes aventuras, a prova é para ser feita em modo treino e a divertir-me.

Posto isto, amanhã o único objectivo é chegar ao fim sem me lesionar. Só isto!!!

quarta-feira

Lavar a alma em Alsfeld


Estou mais uma vez por terras germânicas - desta vez apenas 3 dias, amanhã já volto para casa. E também estou de volta às corridas, um regresso que espero seja de vez.

Na 2ª foi dia todo para a viagem - cheguei ao Hotel já quase 23h e não deu para correr. Ontem ao fim do dia fui esticar as pernocas num treino curto, onde fiz 11km (mais um Maratona de Roma) a 4,25min/km de média, pelo meio 4x600m a 3,40min/km e o resto um fartlek - bem bom.



Mas o destaque e o que me fez escrever um post foi a corrida de hoje - cheguei ao Hotel de Alsfeld pelas 18h - todos os anos fico por esta zona uma ou duas vezes - Alsfeld fica num vale, circundada de campos verdejantes e montes com florestas que já conheço bastante bem. Mas há sempre zonas novas por descobrir.

Saí de manhãzinha de Stralsund, bem no extremo nordeste alemão e fiz quase 600km para chegar a Alsfeld (a 1 hora de Hannover). Comecei o dia com chuva, vento e frio para acabar com sol, céu azul e uns agradáveis 15ºC de temperatura. Com os dias longos e sem compromissos para jantar estavam reunidas as condições para uma bela corrida à descoberta. Não preciso de dizer grande coisa, as fotografias dizem tudo ...


 

 



o teu pai é careca? 


 

 

dá para ver pelo sorriso parvo que a coisa me estava a dar gozo... 

descobri água... tantas vezes que andei por ali e nunca tinha visto este rio... 

vinha já há alguns km por single-track no meio da floresta densa, quando começa a descer e chego ao rio .. mesmo ao lado uma saída da floresta para dar de frente com esta imagem ... confesso que quase chorei ... a foto não faz jus aos espectáculo que esta paisagem transmite, um mar de amarelo no meio de tons de diferentes verdes e com aqueles montes ao fundo ... absolutamente lindo e arrebatador ... sem contar, tipo surpresa, sem dúvida o ponto alto da corrida de hoje ...


olha uma casinha de madeira da guarda-florestal ... 

hmmm ...  

 é lógico que tinha que ir ver as vistas ;)

outra .. mas esta já não subi ... 

Foi uma corrida perfeita, um lavar de alma como há muito tempo já não tinha. 15km em ca. 1h45 e quase 400m D+ o que não é nada mau. Bom tempo com sol e céu azul, as cores da primavera, alguma disponibilidade, sem compromissos e bem disposto. Perfeito!!!

Trilhos dos Pernetas - a cereja no topo do bolo

Afinal ainda mexe ... havia uma pequena surpresa reservada para o final.

Um vídeo do Adélio Gomes, que foi incansável a acompanhar o pelotão por muitos pontos emblemáticos do percurso e conseguio resumir tudo em ca. de 8 min de filme o que não é nada fácil.

Para quem veio aos Trilhos dos Pernetas é uma maneira de reviver um pouco o que foi um dia bem passado por terras de Canedo, para quem não veio é a forma ideal de ver o que perdeu :)

Muito obrigado Adélio pelo excelente trabalho .... mesmo muito muito bom.